04 agosto 2008

Direitos iguais para todos?

Dizem pelos 4 ventos "sociais" sobre um tal "direitos iguais para todos", mas será mesmo? Dúvido muito. Meus amigos, no mundo capítalista não existe direitos iguais para todos, somos marionetes politicos, querem que os poucos que ainda pensam façam parte de uma massa burra e inescrúpulosa, essa falsa ideologia de que tenho os mesmos direitos que um deputado é querer que eu comece a acreditar em papai noel.

Meus amigos, os direitos iguais são entre iguais. querem que você acredite em direitos para conseguir seu voto, para conquistar sua compra, deixe de ser otário, ou você acha que, por exemplo, um julgamento entre você e um Juíz é a mesma coisa? Seu troxa, o juíz sai pela porta da frente tranqüilamente e você sai pela portinha dos fundos algemado direto para cadeia, você acha que as pessoas vão ouvir mais a sua opinião ou ao grupo da rede Globo? A resposta é lógica. Quem tem eleito os presidentes do Brasil é a rede Globo, os sistemas televisivos, eles ditam tudo, a forma de se vestir, a forma de pensar, a forma de agir e muito mais. Eu é que não dou audiência para a alienação, não generalizo, pois sei que tem uma ou outra coisa em algum meio de comunicação que ainda é bom, mas tente encontra-los! Veja o horario em que eles estão passando! Em qual meio eles estão!

Quantas pessoas estão na rua, morando de baixo da ponte, passando fome tendo que ver seus filhos passando fome! Me desculpem ser tão direto mas acho que é a época, se é que me entendem. Porque ninguem mostra agora os moradores de rua, os desempregados entrando em desespero porque seus filhos estão chorando de fome.

Tem um monte de "polítiqueiro", que promete até a mãe deles, e quando se elegem, não cumprem exatamente nada do que prometeram na época de campanha, e os otários que o elegeram simplesmente ficam quietos e não cobram o que foi dito, muito bonito isso não é?! E ainda dizem que são seres racionais, mas não sabem cuidar nem de si mesmos.
Víboras políticas, cuidado eles têm veneno.

Um comentário:

Brennah Enolah disse...

Adorei! Adoro a revolta, essas palavras tão firmemente ditas que reforçam aquela ânsia de mudança, de revolução que, infelizmente, são para poucos. Não que não seja inerente ao ser humano, mas existem pessoas que simplesmente não têm suporte para esse tipo de atitude, simplesmente são carneirinhos e se acostumaram a ser.

Parabéns mais uma vez e vamos em frente com nosso espírito de protesto e revolta!