22 agosto 2008

A liberdade - O que ela significa realmente?

Todos nós a queremos, almejamos estarmos livres, sem cobranças, seja dos nossos pais, patrões, enfim, queremos ser como o vento que corre sem que nenhum obstáculo venha impedir, como a água que percorre qualquer que seja o caminho. Mas será essa a verdadeira liberdade?

Quando pequenos somos completamente dependentes de nossos pais, estes que acostumados a nos manter sob suas asas nos prendem quando somos adolescentes - fase confusa e determinante da vida de todos nós. Essa proteção é sufocante, completamente desnecessária em alguns casos, porém tudo é uma questão de tempo. A tão sonhada liberdade virá e tudo se colocará no seu devido lugar. Porém existe a questão abordada acima: A verdadeira liberdade.

Será a verdadeira liberdade aquela em que possamos sair sem rumo sem dar satisfação e não ter mais aquelas velhas cobranças? A liberdade é algo muito mais pessoal do que se imagina, pois se nós somos livres, interiormente, livres de quaisquer masmorras morais, carrascos psíquicos criados por nós mesmos, não há obstáculos. Nada pode deter alguém com a alma livre, com a mente aberta e sem algemas. Não serão os pais os carcereiros e sim nós mesmos, pois deste cárcere nos vemos livres numa questão de tempo, quando nossa idade se transforma naqueles números mágicos compostos do número um e do número oito. O que mais interessa nessa discussão é a forma como é encarada a liberdade.

Às vezes não estamos preparados para as portas que se estão abrindo diante de nós, e preferimos o útero, macio e seguro, do que a selva de pedra que nos é apresentada. Não sabemos como manusear a então condição de liberdade, e entramos em contradição com os anseios de antes. Portanto a liberdade é pessoal. É livre quem pensa livremente, quem age de maneira livre, quem acredita que é livre. Não culpe ninguém pela sua prisão, pois na maioria das vezes somos nós os criadores.

Brennah Enolah

2 comentários:

Tyellë disse...

ótimo
realmente a liberdade é uma coisa que podemos ter ou não , depende de nós...
faço minhas as suas palavras, ou melhor fa Brennah...

Amigo passei mesmo para lhe desejar um ótimo fim de semana

abraços

MAURO LIMA disse...

Já dizia Stalin
a liberdade é um bem tão precioso que deve ser racionado

a humanidade está longe de saber o que é liberdade

ótimo post, meus sinceros parabens